Bem vindo ao nosso website!
quinta-feira, 19 de julho de 2018

Notícias da Agência

Arraial do Cabo, a pérola do litoral norte fluminense.

Arraial do Cabo situa-se na Região dos Lagos, no litoral norte fluminense. É a cidade do Estado do Rio de Janeiro mais oriental, que recebe correntes marítimas da Patagônia, as quais são responsáveis pela riqueza da fauna marinha que normalmente é encontrada em suas águas cristalinas. Esse fenômeno é denominado "ressurgência". Mas isso é um capítulo à parte.

Se você deseja praias de águas mansas (exceto as da Praia Grande, de águas gélidas e ondas apreciadas por surfistas) e uma natureza exuberante, Arraial do Cabo é o destino ideal. Diferentemente de Búzios e de Cabo Frio, de vida noturna agitada, a cidade é tranquila, ideal para famílias com crianças pequenas. O que não significa que jovens e adultos de todas as idades não encontrem motivação para visitá-la.

Águas cristalinas e fauna exuberante são um convite aos aventureiros e afetos ao mergulho, com ou sem cilindro. Imperdível o passeio de barco ou escuna, onde atrações incríveis aguardam os visitantes, dentre elas: Praia do Farol (já reconhecida como uma das “top ten” do Brasil), Fenda de Nossa Senhora, Boqueirão, Gruta Azul, Prainha do Pontal do Atalaia e Praia do Forno, na qual há um bar flutuante aonde as embarcações atracam, de preços nada assustadores. Ostras frescas, camarões e peixes da região são servidos de variadas maneiras.

Os barcos saem do cais do Porto do Forno, em frente à Praia dos Anjos, ao preço de R$ 40,00/passageiro adulto, mais taxa portuária, e inclui bebidas não alcoólicas servidas a bordo. Os ingressos podem ser adquiridos no próprio cais, ou em uma das agências locais. Para esse e outros serviços, consulte: www.arraialtur.com.br.

Desta vez viajamos com o Comandante Robson do barco “Abençoado” e apreciamos o passeio e o serviço de bordo. Contato Clébio, fone: +55 22 99933-6426; Nextel ID: 920*8120.

Uma pena que o mar estava muito agitado na passagem do Boqueirão e não pudemos visitar a Gruta Azul. No mais, foi bastante aprazível, avistamos diversas tartarugas marinhas. Noutros passeios que fizemos na região, cardumes de lulas e outros animais da fauna marinha puderam ser avistados do barco. Há também diversos pontos conhecidos pela riqueza da fauna, aonde as embarcações normalmente param, para delírio dos mergulhadores.

DETALHE: As embarcações maiores não são autorizadas a atracar na Praia do Forno. Recomendamos, portanto, que noutra ocasião retornem por trilha de baixa dificuldade (duração de +/- 30 min.) pela mata. A paisagem da trilha é deslumbrante. A praia é linda e há quiosques na areia, onde são servidos alimentos e bebidas. É para passar o dia todo admirando o visual e se banhando nas águas “mornas” (quer dizer, menos geladas) de Arraial do Cabo.

ONDE FICAR? Depende! Se está viajando com família e crianças pequenas, faça opção por hospedar-se na Prainha. Há muitos apartamentos para locação por temporada, de 1, 2 e até 3 quartos, com cobertura se preferir. Tem também casas para grandes grupos, com churrasqueira etc. Se sua opção for esta, consulte: http://www.solangeimoveis.com.br/.

Se quiser hospedar-se na Prainha, mas está em grupo pequeno ou casal, há pousadas instaladas lá, com destaque para a Estalagem dos Corais.

ONDE COMER na Prainha? Durante o dia, há diversos quiosques em toda a orla. Indicamos apenas dois deles: Quiosque da Ana nº 15, fone: +55 22 2622-5125; e Restaurante Encontro dos Amigos (Gilmar), fone: +55 22 2622-2004/2622-7916.

À noite, não deixe de visitar o Restaurante Hissao para apreciar um delicioso combinado de sushi/sashimi. Fica na rua que liga a Prainha ao centro da cidade, próximo ao Fórum.

Na Praia dos Anjos e na Praia Grande existem pousadas e até um hostel (albergue) para os mochileiros e adeptos do turismo “low cost”. Recomendamos:

Se preferir pode alugar um imóvel fora da Prainha, na Praia dos Anjos, “próximo à Cova da Onça”, ou na Praia Grande. Consulte a Imobiliária Praiana. Há também outros imóveis e pousadas no Pontal do Atalaia, mas não os conhecemos e, apenas por isso, não indicamos.

Pontal do Atalaia é um morro que se sobe de carro em estrada pavimentada (paralelepípedos). Lá se encontra um mirante no alto de uma encosta, com vista para o mar. Imperdível o pôr do Sol dali.

A Praça Daniel Barreto de Marco, mais conhecida como a Praça do Cova, é um tradicional ponto de encontro de Arraial, recebe feirinhas de artesanato e bijuterias, é palco de eventos, shows e apresentações. Fica próxima à Praia dos Anjos, à marina dos pescadores, centro histórico e Porto do Forno. Por ela é o acesso ao Museu Oceanográfico.

A “Cova da Onça” é o local mais badalado da cidade, point da paquera desde minha adolescência (Ah! Que saudade.). É também onde se concentram bares e restaurantes, com destaque para:

  • Mister Pizza
  • Garrafa de Nansen
  • Saint Tropez (*)
  • Bar do Tuga

 (*) Recomendamos o Polvo à Provençal do Restaurante Saint Tropez (foto). É divino!

Tentamos descobrir a origem do nome “Cova da Onça”, sem êxito. Ficamos devendo.

Uma informação histórica interessante está sedimentada na Igreja Nossa Senhora dos Remédios, edificada em 1503, a qual se situa acima da aludida praça, no caminho para a trilha que nos leva à Praia do Forno.

Consta que, após o descobrimento, uma segunda expedição portuguesa, sob o comando de Américo Vespúcio, foi enviada para combater o tráfico de Pau-Brasil realizado entre os franceses e os integrantes da tribo Tubinambás, a qual acabou atracando por ali. Segundo os locais, nessa igreja foi realizada a primeira missa em templo coberto no Brasil. Vale o registro!

Seguimos para a Praia Grande, cuja orla está totalmente revigorada. O calçadão ganhou calçamento e uma ciclovia nova. O asfalto também é novo. As barraquinhas na areia da praia já não existem mais. Quiosques padronizados no calçadão se encarregam de servir alimentos e bebidas aos banhistas. À noite, a dica é um sushi-bar inaugurado nas adjacências da Pousada Acuários.

Chama-se D’Nity e o ambiente é bastante agradável. Uma pena que na noite em que o visitamos havia uma infestação de baratas grandes e aterrorizantes. Os donos justificaram- se dizendo que era período reprodutivo e que alterações climáticas desencadeiam a migração. Plausível! Entretanto... Bom, tirando o incidente, a comida e o atendimento são ótimos.

Isso é tudo, por enquanto. Esperamos que tenham gostado e recomendamos: ‑ Visitem Arraial, a pérola do Cabo.

Crédito: Cleber Barbosa - Consultor de Viagens


Deixe seu Comentários abaixo:

Guia de Hotéis
Pacotes Nacionais
Pacotes Internacionais
Cruzeiros Marítmos
Roteiros Especiais
Tel:(61) 3264-0404
Fax: (61) 3264-0404
E-mail: contato@volt.tur.br
Volt Locao de Veculos e Turismo Ltda. ME
Copyright© 2013 www.volt.tur.br
Rua 31 Norte, lote3/1602 - guas Claras - Braslia / DF - CEP: 71918-360